Moda

Exposição Italian Glamour

A exposição Italian Glamour reúne modelos de estilistas italianos, a expo é formada principalmente por peças dos anos 50 a 90.

Eu adorei a coleção, é uma exposição rápida mas vale muito a pena passar por lá e aproveitar para conhecer a arquitetura do lugar.

No momento você só paga o estacionamento as exposições estão gratuitas.

960x495_valentino_barbieri0281920x990

RELEASE da cidade das Artes

A exposição fará uma mistura de modelos entre eles, desde o após-guerra até os dias de hoje, reorganizando-os por temas. A ideia de não obedecer rigorosamente a um percurso cronológico, surge do objetivo em manter a vitalidade e atualidade dos modelos mais antigos, comparando-os àqueles mais modernos.

 Os dados históricos e sua respectiva proveniência serão inseridos nos modelos por intermédio de fichas descritivas.

 Para introduzir um percurso completo da história da moda italiana do após-guerra até os dias de hoje, escolhemos dois modelos significativos.

IMG-20140615-WA0017IMG-20140615-WA0056 IMG-20140615-WA0055

entrada

PRIMEIRO INGRESSO

Um vestido de Myricae criado em 1957 em tecido de saco pintado a mão, nos introduzirá em uma sala com temas ligados ao TERRITÓRIO: a importância do artesanato, a utilização de materiais como a ráfia ou a cerâmica, o nascimento da indumentária informal, a importância da indústria de malhas, a moda das boutiques, são elementos ligados a um estilo de vida desenvolto e prático e adquirem fama internacional, partindo de locais de férias como Capri, Positano, Portofino…Entre os protagonistas, Emilio Pucci, Roberta di Camerino, Gucci e Ferragamo.

 Após essa sala que nos apresenta, essencialmente, a estreia da Moda Boutique, passamos a um outro quadro onde descobriremos a passagem progressiva àquela que é definida como Alta Moda Pronta e, dessa, ao pret-à-porter : a moda em série que nos anos setenta e oitenta, graças ao talento dos estilistas, possibilitará a consagração do MADE IN ITALY, colocando a cidade de Milão entre as capitais da moda.

Estão presentes Missoni, Krizia, Giorgio Armani, Walter Albini, Roberto Cavalli, Gianfranco Ferré, Gianni Versace, Luciano Soprani, Enrico Coveri, Laura Biaggiotti, Gianni Versace, Romeo Gigli, Dolce e Gabbana, Anna Molinari, Alberta Ferretti, Prada, Fendi, Trussardi , Moschino, Max Mara e muitos outros.

Uma seleção de criadores de última geração estará presente nesse ambiente. Entre eles, Giambattista Valli, Maurizio Pecoraro, Maurizio Galante, Gaetano Navarra, Sergio Zambon.

 Esta sala está ligada a um ambiente dividido em três setores dedicados à Alta Moda Romana.

IMG-20140615-WA0008 IMG-20140615-WA0012

IMG-20140615-WA0023

Observe o modelo de Valentino no canto esquerdo ! lindo e chique!

IMG-20140615-WA0033

Nesse momento as roupas coloridas me lembram as coleções atuais que buscam essa retomada de cores e misturas de estampas.

IMG-20140615-WA0057 IMG-20140615-WA0059 IMG-20140615-WA0061 IMG-20140615-WA0062

 SEGUNDO INGRESSO

O percurso é aberto com o famoso “Pretino” (pretinho) das Irmãs Fontana, um vestido realizado para Ava Gardner e que tornou-se ainda mais famoso usado por Anita Ekberg no filme La Dolce Vita de Federico Fellini.

Este modelo é um produto exemplar da CULTURA de nosso país impregnado de suas origens aristocráticas e católicas.

Abrem-se as portas a uma seleção de vestidos pretos nos quais a dramaticidade do negro total torna mais emocionante a elegância dos modelos.

Ali encontramos vestidos de várias épocas, alguns feitos en Alta Costura, outros de Prêt-à-Porter.

Para contrastar o negro total desse ambiente, passamos a um outro inteiramente baseado nos tons pastéis.

Esses dois ambientes nos falam da estreia oficial da moda italiana em 1951 na Sala Branca do Palácio Pitti em Florença e nos transmitem também a atmosfera da Dolce Vita da capital. O estilo difundido pelas grandes atrizes em uma época na qual Cinecittà trasformara Roma em uma “Hollywood ao longo do Tevere”.

Presentes vestidos das Irmãs Fontana, de Emilio Schuberth, Carosa, Simonetta, Marucelli, Ferdinandi, Vanna, Ferrario, Capucci, Gattinoni, Biki, Veneziani e outros.

 Essa sala está ligada a um último ambiente desse percurso dedicado à Alta Moda Romana.

 Esse ambiente divide-se em três espaços os quais representam, separadamente, um tema característico do estilo italiano.

O primeiro dedica-se ao gosto particular pelo exotismo. De fato, os anos sessenta produzem uma moda teatral e “solta”, voltada para a influência oriental, evocando, ao mesmo tempo, as lembranças de viagem do “jet set”. Por este motivo, a seção é dedicada ao “beautiful people” e à beleza italiana que povoa os jornais da época.

Nessa seção, encontramos os vários modelos de Pijama Palácio de Irene Galitzine. Uma verdadeira revolução no vestuário feminino uma vez que afirma o uso da calça comprida em ocasiões elegantes.

Outros modelos pertencem a Emilio Pucci, Valentino, Forquet, Angelo Tarlazzi para Carosa, Simonetta e Fabiani.

Um segundo espaço está ligado ao tecido double face, um pano particular cuja elaboração se torna quase uma prerrogativa italiana. Encontramos modelos para serem usados durante o dia realizados por : Mila Schon, André Laug, Fabiani, Valentino, Forquet, Lancetti e outros.

Finalmente, o terceiro espaço também é dedicado à importância do tecido dentro da alta moda italiana: o estampado. Vestidos em chiffon com estamparias em diversas cores descrevem o trabalho de costureiros como Lancetti, Renato Balestra, Sarli, Barocco…

Essa última seção está ligada àquela dedicada à história do pret à porter.

 O foco central desse percurso será a criação de um espaço para prestar uma homenagem à obra única de Roberto Capucci, apresentando dez de seus esculturais vestidos.

eu5O Vestido preto das irmãs Fontana conta por si só uma incrível história de trabalho e conquista!

IMG-20140615-WA0075 IMG-20140615-WA0048 IMG-20140615-WA0047 IMG-20140615-WA0039 IMG-20140615-WA0041

Modelos de Armani, Gucci e Prada chamam atenção.

IMG-20140615-WA0042 IMG-20140615-WA0044 IMG-20140615-WA0036 IMG-20140615-WA0034

Visite a página look do dia para saber tudo que eu vesti!

eu2 eu1

Não deixem de visitar a expo ‘Italian Glamour’ na cidade das artes RJ até 13/07/2014

Beijocas!

Designer de moda e figurinista, apaixonada por artes, dança, viagens e pessoas que amo. O blog é um espaço onde posso falar sobre moda e contar minhas viagens e descobertas! é sempre bom saber que podemos ajudar alguém em algum lugar do mundo, ou simplesmente compartilhar alegrias. Sejam bem vindos!

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.